domingo, 21 de fevereiro de 2010


Meu

* Por Núbia Araújo Nonato do Amaral


Deito sobre o seu peito
arfante
e me estico toda
para me fazer
inteira.
Presto atenção
quando respiras
e leio os seus
intervalos.
Quando passas
a língua nos lábios
sorrio por dentro
pois sei que
está pronto
pra mim.

* Poetisa e colaboradora do Literário



7 comentários:

  1. Ah, que coisa ótima! Há, porém, quem nunca esteja pronto.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns,Nubia.

    Simplicidade e profundidade na medida perfeita.
    Que delicia quando nos percebemos prontos!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Parabéns!

    delicia de texto, leve, gostoso, muito bom!

    beijos

    Martinha

    ResponderExcluir
  5. A poesia de Nubia, a meu ver é de uma serenidade e autêntica comunicação humana.
    Parabéns, poetamiga!
    Beijos do,
    José Calvino
    RecifeOlinda

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela bela poesia, Núbia! Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Vocês é que são pessoas especiais.
    Eu agradeço de coração pelos comentários
    e palavras de incentivo.
    Mara, Tânia, Martinha, José calvino, Sayonara.
    Beijos no coração.

    ResponderExcluir