segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Sopro


* Por Núbia Araujo Nonato do Amaral


Se por acaso
o vento soprar
forte, corra
para o quintal!
Pode ser que
caia do céu
uma poesia.

* Poetisa, contista, cronista e colunista do Literário


Um comentário:

  1. O vento engravidou o céu, inspirou a poeta e ainda fez chover poesia.

    ResponderExcluir