terça-feira, 25 de março de 2014

Além do amor

* Por Evelyne Furtado

O que há por trás do amor?
Minha vista não alcança
Nada vejo além da dor.

Ensinaram-me um sortilégio
Para não perder seu amor
Mas não usarei o privilégio:
Amor só se atrai com amor.

Lembraram-me também uns versos
De um gênio da poesia
Rico em seus quatro universos.

Talvez não chegue ao Bojador
Não sei o que fazer com tanto amor,
Que insiste em rimar com a dor.


* Poetisa e cronista de Natal/RN

Um comentário:

  1. Estou numa fase de plena identificação com seu poema, Evelyne.

    ResponderExcluir