segunda-feira, 23 de março de 2015

Fecundo


* Por Nubia Araujo Nonato do Amaral


Derramo minhas asas
sobre as pedras.
Violo teu cerne
fecundando em teu
ventre mais um sonho,
menos um pesar.

 * Poetisa, contista, cronista e colunista do Literário


Um comentário:

  1. Estou precisando que alguém fecunde um sonho para mim. Que lindo, Núbia!

    ResponderExcluir