quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Maktub


* Por Núbia Araujo Nonato do Amaral


Divagando sobre heróis... É isso mesmo, divagando sobre heróis. Pensei em Davi que derrotou o gigante,  e. se o alvo fosse menor, a mira seria certeira?

Sansão e sua vasta cabeleira. Os grandes conquistadores e seus conflitos povoados de reticências. Martin Luther King, "Yes, we can!". O estudante na Praça da Paz Celestial.

No desconhecido que desempregado não se sujeita ao ócio. Na dona de casa que requenta o pão duro e rende graças por mais um dia. Eu poderia desfiar todo o rosário e ainda assim não caberia.

Encerro minhas divagações lembrando das doces palavras da minha mãe e do seu carinho sem jeito: "Tudo passa se você crê".

Não somos espectadores de uma trama ardilosa que nos pega desprevenidos e inocentes, apenas esquecemos dos nossos velhos roteiros  lacrados por uma memória preguiçosa e covarde que tenta ludibriar, a todo custo, o destino que nos foi reservado. Maktub.

 * Poetisa, contista, cronista e colunista do Literário


Um comentário:

  1. Pedro Bondaczuk não acredita em destino, fia-se mais no acaso.

    ResponderExcluir